O que uma assessoria de imprensa pode fazer por minha empresa?

WhatsApp Image 2019-04-08 at 14.20.51

O que uma assessoria de imprensa pode fazer por minha empresa?

Quando uma empresa pretende ter um espaço com apelo direto e propaganda lançando explicitamente seus produtos e serviços, é bastante viável optar-se pela publicidade patrocinada. Até aí, nenhuma novidade.

Por outro lado, se a intenção é fortalecer a imagem dessa empresa, marca ou produto, por meio do relacionamento estabelecido com os veículos de comunicação, o papel da assessoria de imprensa é extremamente viável.

O assessor é o profissional responsável por elaborar sugestões de pauta à imprensa que correspondam às áreas de atuação do cliente assessorado, por meio de sugestões de pauta, entrevistas e de outros meios de disponibilização de informações. Ao final, o principal resultado é fazer com que o assessorado vire notícia (positiva, naturalmente).

Desta forma, o assessorado tem à disposição importantes canais com os veículos, eventualmente ganhando destaque como fontes fidedignas, seja em TV’s, rádios, jornais impressos ou internet. Por conseguinte, a empresa alcança os diferentes públicos, que passam a vê-la como referência no seu segmento de trabalho.

Para concretizar esses objetivos, uma assessoria de imprensa utiliza diversos meios. Conheça alguns a seguir.

Planejamento de trabalho

Um dos primeiros passos da equipe é estipular um planejamento, por meio do qual definirá veículos-alvo, bem como editorias e cadernos pretendidos para que o texto jornalístico seja divulgado. Os assuntos também devem ser delimitados entre assessor e assessorado.

Press release e notas

Em termos gerais, é um comunicado em formato jornalístico, que serve para informar sobre eventos, lançamento de produtos e serviços, e outras ações da empresa atendida. Quando bem elaborado, pode se tornar uma forma de propaganda gratuita, já que é disparado para uma lista grande dos principais profissionais da imprensa.

Já as notas basicamente têm o mesmo conteúdo dos releases, todavia, resumidamente, e voltadas a editorias específicas.

Press kit

Grosso modo, consiste em enviar brindes ou amostras gratuitas de determinado produto, evento ou atividade, assim como informações a respeito deles, que vão fomentar a atividade do jornalista. Além de facilitar o trabalho do destinatário, também serve como um instrumento voltado ao melhor relacionamento assessorado-imprensa.

Avisos e sugestões de entrevista e pauta

Tão fundamentais quanto os releases, os avisos de pauta servem para anunciar à imprensa ações que vão acontecer, a exemplo dos eventos. As sugestões de pauta e entrevista são mais genéricas e “frias”, não tratando necessariamente a respeito de eventos pontuais, mas de assuntos da expertise do cliente assessorado.

Clipping

É preciso ter conhecimento de que canais o cliente está alcançando. Para isso é que serve o clipping (ou monitoramento), que diz onde e quando saiu cada publicação. Além de servir como feedback, é uma ótima ferramenta de mensuração que fornece dados sobre o mercado e público-alvo, como pode valer para identificar novas oportunidades.

Gestão de crise

Em tempos de redes sociais, blogs e amplo acesso da população à internet, não são só as grandes organizações que precisam de pessoas especializadas em gestão de crise. Comentários negativos no Instagram ou Facebook, denúncias, boatos, uma resposta mal redigida, ou mesmo o noticiário. Tudo isto pode repercutir prejudicialmente para uma marca. Nessas horas, é muito importante ter uma equipe disponível para amenizar situações negativas e controlar ruídos.

Media training

Em termos gerais, é o treinamento dado ao porta-voz de uma empresa, seja o empresário ou algum gestor que represente a entidade. Isso é realizado por meio de um processo de direcionamento e aperfeiçoamento da capacidade dessa pessoa em conceder entrevistas, relacionar-se com jornalistas ou aparecer na frente das câmeras.

(Visited 42 times, 1 visits today)

Deixar uma resposta